CartaCampinas
Category Archives: Carta DiVersus

(imagem: romanosky77 cc) .Por Eduardo de Paula Barreto. . Dilma jogou luzes Sobre a ditadura Honrando as cruzes Das vítimas das torturas Para que jamais Voltássemos atrás No avanço civilizatório Foi a vez da vítima De forma legítima Elucidar...

.Por Eduardo de Paula Barreto. (foto suzylu cc) . A vocês que me xingaram de insano Ao longo deste conturbado ano Por eu defender a inclusão social E que me mandaram comer mortadela Com Maduro lá na Venezuela Eu desejo um Feliz Natal. . A...

(foto 12019 cc) .Por Eduardo de Paula Barreto. . A medicina não é profissão É exercício de um chamado Dado em forma de aptidão Para seres privilegiados Que enfrentam longos percursos Mesmo quando sem recursos Decidem cumprir sua missão E...

.Por Luís Fernando Praga. Um cisco entrou nos olhos da saudade, Que chora, disfarçada, os dias que viveu, Bem do meu lado, ao lado da amizade; E eu nostalgio cada amigo meu. A turma de uma infância divertida, Da rua, da sarjeta e da escola, De...

.Por Eduardo de Paula Barreto. Vejo o povo sentado Numa cratera de vulcão Balançando os pés animado Aguardando a erupção Todo mundo de mãos dadas Dando altas gargalhadas Esperando a política messiânica Mas basta diplomar o Messias Que...

.Por Luís Fernando Praga. Sem água eles morriam em 3 dias; e nada era mais vital que a água. Não tinham tempo de pensar poesias, de rir da vida ou de sofrer de mágoa. Cuidavam sempre de seus pés cansados de espinhos, do chão seco e de...

(foto: kalhh cc) .Por Eduardo de Paula Barreto. . Tio Sam cumpri minha missão Fiz o que requereu-me o império Qual será a minha gratificação? ‘Vou dar-lhe um ministério Mas você deverá manter A esquerda sem poder Ocupar o Planalto E...

.Por Luís Fernando Praga. • Bem-vinda, resistência! Apesar da tempestade lá fora, o clima tá ótimo aqui no lado certo da História! A rua é do povo! #DitaduraNuncaMais                                          ...

(foto: skeeze cc) .Por Eduardo de Paula Barreto. . A minha Terra é diferente Das outras Terras que existem Lá a prostituta insiste Em amar os seus clientes E o afrodescendente Como livre eleitor Escolhe o seu feitor Reeditando o passado Quando...

.Por Eduardo de Paula Barreto. . Preparemos as nossas costas Para os doídos açoites E a cara para as botas Que nos encherão de coices Preparemos os nossos gritos Para serem engolidos E os olhos preparemos Para jorrar novos...