CartaCampinas
Category Archives: Carta DiVersus

.Por Eduardo de Paula Barreto. Meu caro amigo pobre Confesse aqui no meu ouvido Que você apoiou o golpe Mas que está arrependido Porque perdeu o seu emprego E agora vive com medo De não conseguir a quantia Para comprar gasolina Como fazia...

  .Por Eduardo de Paula Barreto. A supressão de direitos E a limitação do saber Formam o mecanismo perfeito Para se exercer o poder Dos fortes sobre os fracos Que lambem os pratos E buscam no fundo das panelas Algum resto de comida Enquanto...

.Por Eduardo de Paula Barreto. . De quem serão as mãos Que com aparente decoro Colocam a toga da perseguição Sobre os ombros de Sérgio Moro? De onde vem a autoridade Que lhe permite arbitrariedades Sem medo de ser punido? Serão forças...

.Por Luís Fernando Praga. Blindex, temperado, com fumê e 12 de espessura, De dentro, um vigilante pobre, escudo e escopeta. O vidro é pra não ver e proteger toda a estrutura. De fora é multidão, submissão e fome e treta. O ar condicionado,...

.Por Luís Fernando Praga. Nós, como população humana, não estávamos preparados para o amor, nem cientes da força de nossa união, quando permitimos que a justiça do Estado aprisionasse, torturasse e matasse Jesus Cristo. Nós, enquanto...

  .Por Sandro Ari Andrade de Miranda. Não me venha com essa prisão que chamas de amor. Se queres ser amada, prepare-se para ser livre! O amor é, antes de tudo, um processo aberto e contínuo, uma construção conjunta, um encontro profundo...

.Por Luís Fernando Praga. Vem logo que o futuro te convida, Com harmonia e paz pra nossa gente! A entrada é franca, livre e garantida Pra quem é pela paz, já no presente. Haverá ar, saúde e água potável; A fome e o desamparo são extintos, Para...

.Por Luís Fernando Praga. Devemos esperar um pouco mais, enquanto a lei nos prende em suas tramas; viver sem sonhos, sem comida ou paz; um pouco mais de guerras, dor e dramas. Bem logo, tudo isso vai passar, e os reis governarão para os plebeus....

.Por Eduardo de Paula Barreto. . Somos os únicos responsáveis Por nossas constantes escolhas Se a gente planta bobagem É natural que bobagem colha Mas se somos cuidadosos Ao lançar sementes no solo E delas cuidamos com esmero Garantimos...

.Por Luís Fernando Praga. Cordeiros Seremos golpeados tantas vezes E por nós mesmos, o que é mais estranho, Enquanto não deixarmos de ser rezes Que pensam como o dono do rebanho… Hora de ditadura Por ora, é golpe de estado, A gente...