.Por Verônica Lazzeroni Del Cet.

O incentivo à leitura na infância provoca mudanças ao longo da vida toda de uma criança e foi pensando no impacto da leitura na infância e para a comunidade, que o ‘Projeto Ubuntu Leitura’ surge.

(foto arquivo pessoal)

“Tudo que me tornei até hoje, foi graças à leitura”, diz a fundadora e idealizadora do projeto, Tuane da Paz Cavalcante, 28, nascida no interior do Maranhão, no Povoado Leite. “Sempre gostei de ler, desde muito pequena, mas tinha pouquíssimas opções de livros. Não havia biblioteca local. Na verdade, ter uma escola naquele local tão afastado e pequeno já considerávamos muito”, explica Tuane.

Inclusive, foi pensando em seu passado e na influência da leitura em sua vida, que a administradora e funcionária pública decidiu ajudar a sua comunidade com o Projeto Ubuntu Leitura. “Sempre tive a vontade de fazer algo por lá, pelo lugar de onde vim, mas não sabia exatamente por onde começar, e por isso, sempre acabava adiando. Até que um dia acordei diferente e falei para mim mesma: estou pronta. Agora vai. E assim nasceu o Projeto Ubuntu”, conta.

O objetivo primordial da iniciativa é montar bibliotecas infantis em locais carentes e afastados, incluindo o Povoado Leite. “Pretendemos criar um espaço independente e lúdico para promoção e disseminação da leitura entre crianças de 3 a 10 anos, que possibilite às mesmas uma interação sensorial com os livros e amplie seu repertório de saberes”, diz Tuane Cavalcante.

E, para a biblioteca infantil começar a funcionar, é necessário esforço e empenho na arrecadação de livros. Para isso, o projeto conta com duas formas de receber as doações: para as pessoas de outros estados, a doação é encaminhada através do correio, por carta registrada, ou então pessoalmente para os habitantes do estado e localidades próximas a Povoado Leite. “Quem é de São Luís/MA é só entrar em contato comigo que eu vou buscar na residência da pessoa ou combino um local de entrega.”, explica a idealizadora.

(foto arquivo pessoal)

Todos os livros que podem ser doados estão reunidos em uma lista – criada pelo próprio projeto – e disponibilizado na conta do Instagram do Projeto Ubuntu Leitura. “Disponibilizamos uma lista no link da bio no Instagram, com alguns exemplares que gostaríamos de ter no acervo e as pessoas ficam à vontade para escolher qual desejam doar”, diz Tuane.

Os que desejam enviar livros e comprá-los através do site não precisam pagar o envio da obra, já que o projeto conta com um plano especial – do site da Amazon – que não cobra frete das compras, independentemente do valor do livro. De toda a arrecadação feita até o momento, apenas 20% são livros usados, sendo o restante todos livros novos e doados para a biblioteca infantil.

A meta inicial do projeto é reunir 100 obras para a biblioteca em Povoado Leite, no interior do Maranhão. “Em menos de um mês de projeto já conseguimos arrecadar mais de ¼ da nossa meta”, conta a entrevistada.

No entanto, nem sempre é fácil, pois ter um acervo de qualidade, com obras que atendam as diferentes ideias da iniciativa não é barato. “Nosso maior desafio é ter um acervo de qualidade, com livros que abordem diferentes temas e que possam trazer novas referências e experiências visuais e sensoriais para as crianças e bons livros não possuem um preço tão acessível”, diz a idealizadora.

As atividades do Projeto Ubuntu Leitura irão contar com o apoio de voluntários, levando em conta sempre a preocupação de tornar o hábito de ler os livros da biblioteca algo constante na vida das crianças que poderão participar. O foco da iniciativa é realmente criar uma estratégia que faça a leitura ser parte do hábito da vida infantil, na comunidade. “A ideia é realmente montar um espaço físico independente e permanente, que tenha capacidade para acolher dez alunos por sessão de leitura, em média 1 hora e 30 minutos por sessão, onde cada criança participe ativamente duas vezes por semana”, explica Tuane Cavalcante.

Além disso, Tuane complementa acerca do apoio de voluntários – cerca de dez a quinze pessoas – que ajudarão, em dois turnos, com as atividades de dentro da biblioteca. “Pretendemos alcançar um total de 100 a 150 crianças, considerando que o espaço funcionará de segunda a sábado, em dois turnos, matutino e vespertino”, diz.

A inciativa tem foco imediato para ajudar as crianças com a formação do hábito da leitura. “Nós percebemos que os jovens do Povoado acabam tendo uma resistência muito grande à leitura, pois não tiveram o estímulo necessário na infância. Por isso que o nosso foco são as crianças pequenas. Acreditamos que as sementes que você planta na infância são as mais fáceis de florescerem, e se tornam as mais fortes e difíceis de quebrar”, finalizou ela.

Aos que desejam ajudar e doar livros, poderão encontrar maiores informações por meio das seguintes redes sociais e número para contato:

– Instagram: @projetoubuntuleitura

– E-mail do projeto: projetoubuntu2020@hotmail.com

– E-mail pessoal de Tuane Cavalcante: any-live@hotmail.com

– Telefone/WhatsApp para contato: (98) 98831-9440

A lista de livros para doações pode ser conferida através do link: https://www.instagram.com/projetoubuntuleitura/?hl=pt-br