CartaCampinas
Tag Archives: crônica

.Por Marcelo Sguassábia. (foto bettypalm cc) Ninguém aguenta mais tanta carestia, onde é que esse mundo vai parar? O preço da linguiça está pela hora da morte, e daqui a pouco não teremos mais como amarrar nossos cachorros. A guia da...

.Por Luís Fernando Praga. Um observador isento, alguém que olha de cima, enxerga o seguinte panorama: Um país dividido às vésperas da eleição. Um homem preso, que detém o maior índice de intenção de voto, acusado pela mídia, por...

.Por Luís Fernando Praga. Já me alertaram! Os tempos são de uma perigosa polarização! Preciso tomar cuidado, pois criei uma bolha que me afasta da realidade! … Será? Em minha bolha eu sou capaz de filtrar aspectos da realidade (do...

.Por Marcelo Sguassábia. O Paulo Coelho sem cavanhaque, o Roberto Carlos de barba, o Sigmund Freud imberbe e com rosto de bumbum de neném. De adorno facultativo, a barba (ou a sua falta) não tem nada: ela compõe a personalidade de maneira...

.Por Marcelo Sguassábia. – Maluca essa história da morte do coveiro, heim? – Nossa, nem fala. Sem querer o cara cavou a própria cova. Só de pensar eu fico arrepiado. O buraco já tinha mais de dois metros e meio quando ele teve o piripaque....

.Por Luís Fernando Praga. Para você, que admira o Chico Buarque, gosta de suas músicas e se emociona com sua poesia, mas não entende como ele pode ser tão idiota a ponto de defender pessoas como Dilma Rousseff, eu vou tentar explicar. O...

.Por Luís Fernando Praga. Flavinho era um bom menino. Gostava de assistir a filmes de guerra, de bang bang e desses novos justiceiros urbanos que são pura adrenalina. Flavinho assistia muito à televisão e tinha poucas e débeis aulas de...

.Por Marcelo Sguassábia. I – Na minha home ou na sua? – Sugiro um território neutro, pra variar um pouquinho. Um amigo meu tem um desktop desocupado aqui perto. Deixa eu dar uma busca nas imagens pra te mostrar. O papel de parede é lindo....

.Por Luís Fernando Praga. Já escrevi sobre a paternidade e o dia dos pais mais de uma vez, mas agora é diferente. Minha filha saiu de casa… Já estamos cansados de ouvir a clássica sentença: “quando você for pai você vai entender!”,...

.Por Ricardo Alexandre Corrêa. “Saudosa maloca, maloca querida dim-dim donde nós passemos os dias feliz de nossas vidas” (Adoniran Barbosa) Este texto é sobre a saudade de um espaço onde existem muitas “malocas”; estou falando do...