Em São Paulo – Segue até o dia 11 de julho, o segundo workshop “Coreocinegrafia: câmera, espaço e performatividade”, que a Jorge Garcia Companhia de Dança realiza no Teatro de Contêiner Mungunzá. A oficina é parte de residência artística no espaço que inclui ações em torno do tema Coreocinegrafia e Dramaturgia, com vídeoinstalação (inaugurada dia 14/6), conversa pública e apresentação da performance “Plano Sequência / Take 2”, em temporada de duas semanas em julho.

(Foto: Divulgação)

No workshop, o núcleo de criação traz disparadores e proposições baseados em noções de fotografia e vídeo – quadros, planos, iluminação -, para abordar questões relativas à construção de uma visualidade que reforça, tensiona, cria oposições e inaugura discursos na relação entre o corpo e a câmera. A partir da utilização do ‘corpo câmera’ – termo que designa o espaço de investigação corporal desse trabalho -, serão explorados os elementos inerentes à produção audiovisual, que compõem um ato performático em coreocinegrafia.

Dirigido a artistas, estudantes de arte e interessados nas intersecções entre a dança e o cinema, os encontros acontecem às segundas, terças e quintas-feiras, das 9h às 11h. As inscrições, gratuitas, devem ser feitas pelo link: https://forms.gle/UfXzwruTmpYaekKJ6

Além do workshop, a proposta da Jorge Garcia Companhia de Dança inclui uma videoinstalação durante todo o período de ocupação no Teatro de Contêiner Mungunzá, a apresentação da performance “Plano Sequência / Take 2”, em remontagem adaptada para o novo espaço, e ainda uma conversa pública em um dos dias da temporada.

Na videoinstalação, vídeos curta-metragens em plano sequência mostram, em looping, recortes do filme produzido pela Jorge Garcia Companhia de Dança em residência na Casa das Caldeiras. Criada como um dos braços da parceria da Cia com o cineasta Heitor Dhalia (‘O Cheiro do Ralo’/2006, ‘À Deriva‘/2009, ‘On Yoga‘/2017), a instalação traz imagens que transitam entre o realismo e a ficção, tendo como locação um cenário em constante reconstrução, atravessado pelo tempo e pelos corpos.

Situada na intersecção entre ato, espetáculo de dança e gravação de filme, a performance “Plano Sequência / Take 2” aponta para um campo ainda pouco explorado, que a Companhia desenvolve desde 2015 e define como Coreocinegrafia. Em cena, oito intérpretes dançam, filmam, operam equipamentos e apoiam-se mutuamente na construção do acontecimento. O público pode assistir, em tempo real, a gravação de um filme em plano sequência (sem cortes), cujas cenas se encadeiam fluidamente e estão baseadas em coreografias, jogos cênicos e improvisações orientadas.

O elenco conduzirá, ainda, uma conversa pública sobre os aspectos principais que estruturam uma Coreocinegrafia e sobre os caminhos que apontam para a redefinição de concepções do que pode ser dramaturgia na fusão dessas linguagens.

A residência artística integra projeto contemplado pela 25ª edição do Programa Municipal de Fomento à Dança – Secretaria Municipal de Cultura. Todas as ações são gratuitas. (Carta Campinas com informações de divulgação)

Residência artística “Plano Sequência / Take 2” – Jorge Garcia Companhia de Dança

Workshop “Coreocinegrafia: câmera, espaço e performatividade” – Parte 2

De 10/06 a 11/07 (segundas, terças e quintas, das 09h às 11h)

* exceto dias 20/06, 08 e 09/07

Público Alvo: Bailarinxs, atores, performers, cineastas e público em geral, interessados nas conexões entre a dança e o cinema.

Idade mínima: 16 anos

Vagas: 20

Inscrições: https://forms.gle/UfXzwruTmpYaekKJ6

Videoinstalação “Plano Sequência / Take 2”

De 14/06/2019 a 14/07/2019 (segunda a domingo, das 9h às 21h)

Espetáculo “Plano Sequência / Take 2”

Dias 05,06,07,12,13 e 14/07 (sextas, sábados e domingos, às 20 h)

*Dia 07/07, conversa pública após apresentação

Teatro de Contêiner Mungunzá

Rua dos Gusmões, 43 – Santa Ifigênia, São Paulo (próx Estação Luz do Metrô – Linhas Azul e Amarela – Tel: 11 976327852).

ciamungunza@gmail.com

GRÁTIS