minhacampinasA organização não governamental Minha Campinas criou um site que cadastra pessoas para serem guardiões dos estudantes nas escolas ocupadas, diante da possível ameaça ou agressão por parte da Polícia Militar do governo Geraldo Alckmin (PSDB).

No site, as pessoas podem se cadastrar e, em caso de ameça ou risco dos estudantes, é enviado um SMS pedindo ajuda. Além do cadastro, o site traz um mapa das ocupações no estado.

A equipe do Minha Campinas está em contato direto com os líderes das ocupações nas escolas de Campinas Dom Barreto, Julio de Mesquita, Procópio Ferreira e Antônio Vilela – objetos de pedido de reintegração e local da ação da PM. “Estudantes em outras escolas também podem entrar em contato através do email contato@minhacampinas.org.br ou por Whatsapp, número 19-99622-9310”, informa o site.

Para a ong  Minha Campinas, a construção de uma cidade mais inclusiva passa pelos investimentos necessários em educação. “Qualquer mudança nessa política pública essencial deve ser amplamente discutida com os pais, alunos e professores e beneficiar claramente a comunidade escolar com um todo”, afirmam.

Acesse o site De Guarda Pelas Escolas

Veja mais:

Vaza áudio de reunião em que governo Alckmin declara “guerra às escolas ocupadas”

As 9 questões que o secretário de Alckmin não respondeu ao Carta Campinas