Em São Paulo – Pode ser vista até o dia 25 de agosto no Sesc 24 de Maio a exposição “À Nordeste”, com curadoria de Bitu Cassundé, Clarissa Diniz e Marcelo Campos.

Juliana Notari, Frames da videoperformance Mimosa, (vídeo projeção em três telas), 2014 (Foto: Divulgação)

O título da exposição parte da provocação do artista cearense Yuri Firmeza: “A nordeste de quê?”, em que coloca em perspectiva as relações entre centralidades e periferias no Brasil e no mundo. 

“À Nordeste” procura entrecruzar reflexões sobre o Brasil a partir da produção simbólica do Nordeste numa perspectiva de suas singularidades regionais e da radicalidade de sua dimensão sensível.

Um olhar sobre a história da região que revela dimensões vertebrais da formação e da contemporaneidade do Brasil e de suas infinitas pluralidades.

Reunindo um conjunto significativo de obras, peças e experiências de contextos e vocações diversas que imaginam, inventam e reconstroem o Nordeste do Brasil, a exposição atravessa campos como a iconografia e a teoria social, pretendendo pensar as circunstâncias históricas, sociais e culturais da invenção de uma ideia de “nordeste”.

A exposição desafia os estereótipos de seca e miséria usualmente relacionados ao Nordeste para propor novas visões sobre a região. Participam da mostra 160 artistas que vão de nomes consagrados como Candido Portinari ao coletivo de memes Saquinho de Lixo. 

De forma integrada à exposição, acontece também uma programação com espetáculos de teatro, música e dança, exibição de filmes, além de encontros de reflexão e experimentação artística, relacionados com diversos conteúdos presentes na mostra.

A entrada é gratuita.

Classificação indicativa: 14 anos

Visitas educativas
Para informações sobre agendamento, entre em contato pelo email agendamento@24demaio.sescsp.org.br

Visitas educativas programadas para público espontâneo
Sábados, domingos e feriados, às 10h, 14h e 16h.

Acessibilidade
Esta exposição dispõe de recursos de audiodescrição, videoguia em Libras com legendas, recursos táteis, pranchas de comunicação alternativa e impressão dos textos em dupla leitura (português ampliado e braille).
Há textos traduzidos para os idiomas: espanhol, francês e inglês.
Informe aos educadores caso tenha interesse em utilizar algum desses recursos.

Mais informações no Portal do Sesc. (Carta Campinas com informações de divulgação)