Auguste Rodin, Muse tragique, 1890 (bronze) (Foto: Isabella Matheus)

O acervo completo do artista francês Auguste Rodin da Pinacoteca de São Paulo será exibido, pela primeira vez, ao público do interior paulista na exposição “Figura e Modernidade: Rodin no acervo da Pinacoteca de São Paulo” que poderá ser vista de 20 de março a 29 de junho de 2019 no Instituto CPFL, em Campinas.

A exposição reúne a coleção completa da Pinacoteca referente ao artista francês. Com curadoria de Valéria Piccoli, curadora-chefe do museu, o conjunto de 10 esculturas originais e 76 fotografias documentais da vida do artista será exibido gratuitamente.

A exposição conta com recursos educativos, desenvolvidos pelo NAE – Núcleo de Ação Educativa da Pinacoteca, para uso autônomo, que estimula a participação do público de todas as idades, criando novas relações com as obras. O agendamento de visitas pode ser feito por e-mail monitoriainstitutocpfl@gmail.com ou pelo telefone (19-3756-8000).

Sobre a coleção atual do museu, Valéria Piccoli comenta que “trata-se de fundições recentes de obras clássicas do artista, realizadas sob supervisão do museu francês”. Fazem parte também da coleção da Pinacoteca um conjunto de 76 fotografias em que o artista aparece trabalhando em seu ateliê, acompanhado de modelos de suas esculturas ou mesmo de amigos e mecenas. “Esse material é constituído de fac-símiles de itens dos arquivos do Musée Rodin e ajudam a compor um percurso cronológico pela vida do artista, mostrando outros artistas e intelectuais que ele admirava e com quem se relacionava. Mais curioso é que algumas dessas fotos revelam como Rodin utilizava a fotografia no processo de composição de suas esculturas ”, completa ela.

A parceria entre o Instituto CPFL e a Pinacoteca se iniciou em 2012, quando ambos organizaram, na sede da segunda, a exposição Gênese e Celebração, com coleção de peças tradicionais africanas. Em 2013, foi a vez da mostra 100 de anos arte paulista, que aconteceu na sede do Instituto CPFL, em Campinas, e apresentou ao público 50 obras de artistas atuantes entre 1912 e 2012, como Di Cavalcanti, Portinari, Pancetti e Tomie Ohtake.

A relação da Pinacoteca com o escultor Auguste Rodin (1840-1917) se iniciou em 1995, no contexto das exposições Rodin: esculturas e Rodin e a fotografia, realizadas em parceria com o Museu Rodin, de Paris. As mostras receberam, juntas, mais de 183 mil pessoas e marcaram também o início das exposições internacionais de grande porte na instituição.

Mais informações AQUI. (Carta Campinas com informações de divulgação)

Museu Rodin, Paris (Foto: Maura Voltarelli)

Figura e modernidade: Rodin no acervo da Pinacoteca de São Paulo
Curadoria de Valéria Piccoli
Visitação: 20 de março a 29 de junho de 2019
Segunda e terça, das 9h às 18h; quarta a sexta, das 9h às 19h; sábado, das 10h às 16h
Instituto CPFL:
Rua Jorge Figueiredo Corrêa, 1632, Chácara Primavera, em Campinas
(19) 3756-8000
www.institutocpfl.org.br