Há uma nova monstruosidade exposta nas Redes Sociais.

É comum encontrar no Facebook pessoas que atacam o Sistema Único de Saúde (SUS), atacam partidos que defendem o SUS e a saúde pública brasileira. Mas isso não é o problema. Até aí tudo bem.

Essas pessoas atacam os políticos, no Brasil normalmente de partidos de esquerda, que defendem mais investimentos na saúde pública. Até aí tudo bem, mesmo sendo uma proposta de partidos de direita em várias partes do mundo.

Afinal, investir em saúde pública é uma questão de Estado, não necessariamente de esquerda ou de direita.

Mas no Brasil, são normalmente pessoas que odeiam o PT e outro partidos de esquerda.  Isso porque tem sido esses partidos de esquerda que defendem recentemente o SUS.  Até aí tudo bem. Faz parte da política.

São pessoas que apoiam o governo Temer, os partidos evangélicos e o PSDB, ainda que não digam. Defendem o Estado mínimo para a população e máximo para as Offshore de paraísos fiscais. E até aí tudo bem.

São pessoas que apoiaram, portanto, o congelamento dos investimentos na saúde pública com a famosa PEC da Morte. E a proposta ficou conhecida como PEC da Morte justamente porque sem ampliar o investimento em saúde pública, pessoas estão e vão morrer na fila do atendimento médico. Até aí tudo bem. Argh!

A pessoa tem o direito de defender uma sociedade em que os ricos tenham saúde, porque pagam, e os pobres e as classes médias morram quando não tiver recursos e o convênio médico negar tratamento. É a regra capitalista, até aí tudo bem! Vá lá.

Mas alguns são verdadeiros psicopatas. Fazem tudo isso para destruir a saúde pública e publicam em seus perfis no Facebook imagens com petição de pessoas que podem morrer por falta de atendimento na saúde pública. É isso mesmo, não vomite.

Ou seja, a pessoa contribuiu para matar essas pessoas, ajudou a colocar essas pessoas à beira da morte e depois publica e pede ajuda para elas da forma mais cínica e cretina do mundo.

Como pode uma pessoa ser contra o SUS, contra a saúde pública e publicar pedidos de ajuda de pessoas doentes que precisam de remédios, cirurgia e atendimento médico da mesma saúde pública que ajudou a destruir? É uma monstruosidade! Só podem ser doentes mentais!  (Susiana Drapeau)