CartaCampinas
Tag Archives: sociedade

Boas coisas nos aguardam, de Phie Ambo Em São Paulo – Nos primeiros anos em que os filmes de ficção eram de longa-metragem, a Dinamarca foi um dos países mais influentes na Europa. Desde então, e através de seu instituto de...

(foto geralt cc) .Por Luís Fernando Praga. Quando se viu o clarão acender o horizonte,Já se tornavam carvão o cedro e a aroeirinha…Cá, de longe, ninguém via o incêndio comendo o monte,Mas a fonte foi secando e era só fogo...

(foto ricardo stuckert ) .Por Luís Fernando Praga Olá, amigo! Você não me conhece, apesar de um breve aperto de mão trocado na Faculdade de Direito de Franca, numa palestra sua, em meados dos anos 80, na flor de minha adolescência… Sei...

.Por Luís Fernando Praga. Apesar da pistola automática e do revolver 38 envolvidos no evento, o curto e grosso, aqui, sou eu. Venho discorrer sobre os assassinatos de quatro pessoas, seguidos do suicídio do assassino, ocorridos ontem...

.Por Luís Fernando Praga. O Tempo me contou uma história acelerada, passada num país assolado pela desigualdade e pela miséria, em que um homem (Lula) e um partido político (PT) buscaram se eleger e saíram derrotados das 3 primeiras eleições...

.Por Luís Fernando Praga. Flavinho era um bom menino. Gostava de assistir a filmes de guerra, de bang bang e desses novos justiceiros urbanos que são pura adrenalina. Flavinho assistia muito à televisão e tinha poucas e débeis aulas de...

.Por Luís Fernando Praga. Já escrevi sobre a paternidade e o dia dos pais mais de uma vez, mas agora é diferente. Minha filha saiu de casa… Já estamos cansados de ouvir a clássica sentença: “quando você for pai você vai entender!”,...

.Por Luís Fernando Praga. Depois que passei a defender, com veemência, aquilo que meus princípios e valores exigem que eu defenda, muita gente, com outro tipo de princípios e valores, começou a me chamar de “FANÁTICO!”. Eu virei “petista/petralha...

.Por Luís Fernando Praga. Não são zumbis, espectros, demônios; não é um meteoro o nosso algoz; num fim dos tempos dos piores sonhos, quem já nos aniquila somos nós… A cada dia um golpe açoita o povo e uma injustiça empesteia...

.Por Luís Fernando Praga. Havia um tempo em que os sofrimentos Coexistiam com as alegrias E o riso das crianças pelos ventos Agasalhava de esperança os dias; Deixávamos nas cinzas do passado As lágrimas, o sangue e a amargura, A angústia...