Três artistas resolveram se unir com o objetivo de se provocarem artisticamente e, com isso, criarem novos encontros no espaço da virtualidade durante o período de isolamento social. O resultado dessa união entre Cynthia Margareth, da Aflorar Cultura; Erika Cunha, do Grupo Matula Teatro e do artista independente Ademir Apparício é a Mostra SOLO, MAS NÃO SÓ, que acontece de 2 a 8 de julho, em ambiente virtual.

EXILIUS (Foto: Maycon Soldan)

Cada um dos artistas, que nesse período assessoraram os ensaios um dos outros, apresenta um solo diferente, mas que transitam pelo mesmo tema, a memória. O monólogo 4, 5, 4, 3… Um Passo por Vez, de Cynthia Margareth, tem orientação e roteiro das atrizes Ana Cristina Colla e Raquel Scotti Hirson, do Lume Teatro e tem apresentações dias 2, 5 e 7 de julho, quinta e terça-feira às 20h e domingo às 18h. Já o espetáculo Histórias que Minha Avó Contava, de Ademir Apparício, é baseado nas histórias de vida da própria avó e acontece dias 3, 5 e 7 de julho, sexta-feira às 20h, domingo às 16h e terça-feira às 20h. Erika Cunha apresenta nos dias 4 e 5 de julho, sábado e domingo às 20h, o solo Exilius, e traz para a cena a sua experiência em encontrar a realidade de um povo exilado.

Para a equipe organizadora, a ideia de realizar a Mostra SOLO, MAS NÃO SÓ contribui para novas maneiras de agir e pensar a cultura no cenário atual, já que o movimento que a faz criar mesmo dentro de casa mira o futuro. “Se o terreno da virtualidade é o nosso novo campo – não de batalhas, mas de realizações –, decidimos nos unir, já que seguimos acreditando na potência dos encontros. Nosso desejo é que a cada bimestre uma nova mostra aconteça”, adiantam.

7 dias de movimento virtual

Além dos espetáculos a Mostra SOLO, MAS NÃO SÓ traz em sua programação debate, curso, sarau e um experimento online especial de encerramento.

No dia 3 de julho, sexta-feira, às 18h acontece o Sarau Canto e Encanto, que reunirá artistas de diferentes cidades do Brasil e no dia 6 de julho, segunda-feira, às 17h, Cynthia Margareth comanda o debate Papos de Produção, sobre os diversos assuntos relacionados a produção cultural.

O curso Jogos Criativos como estratégia para produção cultural em meio ao caos será realizado dia 8 de julho, quarta-feira, das 14h às 18h, e tem como foco a criação e gestão cultural em épocas de incertezas e instabilidades. A Mostra chega ao fim com o evento especial Escritas no Ar – Para não deixar um texto solitário, que acontece às 20h. Com curadoria de Erika Cunha, escritores, poetas, dramaturgos e afins poderão enviar seus textos durante toda a mostra para que no final os três artistas realizem uma performance com os textos selecionados.

Programação

Espetáculos

4, 5, 4, 3… UM PASSO POR VEZ
Com Cynthia Margareth – Aflorar Cultura
Dias 2, 5 e 7 de julho, quinta e terça-feira às 20h e domingo às 18h, na plataforma de videochamadas Zoom

Um Passo Por Vez (Foto: Arthur Amaral)

De casa, no abismo de experimentar o fazer online, Cynthia Margareth se desmonta em camadas, dando a ver a origem de seus procedimentos como produtora; enquanto se desnuda, revela que seu ofício está profundamente ancorado na menina que foi, na mãe que é, na mulher que se lança. Seu fazer se baseia na sua capacidade de articulação de pessoas, ideias, sonhos e experiências vividas, que se transformam em saber, método e ação. Mas também e muito na crença de que a vida deve ser celebrada e vivida a cada conquista, a cada aniversário, a cada engano, na intensidade e na confiança da queda.

Atuação: Cynthia Margareth | Dramaturgia: Cynthia Margareth e Isis Madi | Inspiração, Orientação e Roteiro: Ana Cristina Colla e Raquel Scotti Hirson (Lume Teatro) | Direção: Luiza Moreira Salles, Isis Madi, Náshara Silveira, Maria Loverra e Jaya Batista | Figurino: Cynthia Margareth e Adriana Barreto | Aderecista: Adriana Barreto | Iluminação: Eduardo Albergaria | Trilha Sonora AO VIVO: Barulhista | Imagens de Projeção: Alessandro Soave Poeta | Edição de Imagens: Maria Loverra | Produção: Raiza Penteado e Simone Velos | Olhares Colaborativos: Erika Cunha (Matula Teatro), Francis Wilker (Teatro do Concreto), Guilherme Carrasco (Teatro do Osso), Priscila Jácomo  e Valmir Santos (Teatrojornal) | Realização: Aflorar Cultura | Duração: 40 minutos | Classificação etária: 14 anos | Ingressos: De R$ 12,00 a R$ 36,00 pelo sympla.com.br.

HISTÓRIAS QUE MINHA AVÓ CONTAVA
Com Ademir Apparício
Dias 3, 5 e 7 de julho, sexta-feira às 20h, domingo às 16h e terça-feira às 20h, na plataforma de videochamadas Zoom

Histórias que Minha Avó Contava (Foto: Rogener Pavinski)

Nesse encontro, vamos ouvir as histórias de uma avó que contava para o neto suas histórias que vão desde a infância até os dias atuais, passando pelo seu casamento, seus trabalhos, suas relações familiares e sociais de como eram naquela época, traumas, frustrações, alegrias, sonhos e até uma pitada de mistério.

Atuação, Direção e Dramaturgia: Ademir Apparício Júnior | Co-Criação: Dolores Rico Apparício (Minha Avó) | Figurinos: Zezé Cherubini e Willian Gama | Registro Fotográfico e Audiovisual: Rogener Pavinski | Apoio Cultural: Academia Brasileira de Contadores de Histórias (Abch) e Rede Internacional de Contadores de Histórias (Red) | Produção: Apparício Com 2p’s – Produções Artísticas | Duração: 45 minutos | Classificação etária: Livre | Ingressos: De R$ 12,00 a R$ 36,00 pelo sympla.com.br.

EXILIUS
Com Erika Cunha – Grupo Matula Teatro
Dias 4 e 5 de julho, sábado e domingo às 20h, na plataforma de videochamadas Zoom

Uma mulher nos conta histórias, como nos tradicionais contos das mil e uma noites, fantasia e realidade se entrelaçam nas histórias compartilhadas com o público. A história de um povo, a trajetória de uma mulher, a experiência da atriz que ultrapassou barreiras geográficas para encontrar a realidade de um povo exilado: são os elementos que compõe a dramaturgia de EXILIUS, desvelando a tênue fronteira entre memória e ficção, entre desamparo e esperança, entre o sofrimento do corpo e o desejo de lutar por um novo mundo.  

Atuação: Erika Cunha | Direção e Iluminação: Alice Possani | Textos: Norberto Presta, Alice Possani e Erika Cunha | Provocação Cênica: Norberto Presta | Figurino e Cenário: Juliana Pfeifer | Trilha Sonora: Silas Oliveira | Registro Audiovisual: Diego da Costa e Ericson Cunha | Fotos Exposição: Paolo Cattaneo | Apoio Pesquisa de Campo: Laboratório Cisco e Maria Farinha Filmes | Produção e Realização: Grupo Matula Teatro | Duração: 40 minutos | Classificação etária: 14 anos | Ingressos: De R$ 12,00 a R$ 36,00 pelo sympla.com.br.

Sarau

CANTO E ENCANTO
Dia 3 de julho, sexta-feira, às 18h, no perfil do Instagram de @aflorarcultura

Artistas convidados e convidadas de diversos canto do país realizam uma experiência com poesia, música, contações de histórias, leituras dramáticas levando momentos de arte para cada casa.

Duração: 45 minutos | Classificação etária: Livre | GRÁTIS.

Debate

PAPOS DE PRODUÇÃO
Com Cynthia Margareth – Aflorar Cultura
Dia 6 de julho, segunda-feira, às 17h, no perfil do Instagram de @aflorarcultura

A iniciativa consiste em um encontro ao vivo com artistas e produtores de diferentes regiões do Brasil, tendo surgido com o intuito de promover a reflexão e a troca sobre produção cultural durante o período de isolamento social. Além do fortalecimento das redes de apoio como ferramenta essencial para contribuir com a necessidade de reinventar maneiras de agir e pensar cultura no cenário atual.

Duração: 60 minutos | Classificação etária: Livre | GRÁTIS.

Curso

JOGOS CRIATIVOS COMO ESTRATÉGIA PARA PRODUÇÃO CULTURAL EM MEIO AO CAOS
Com Ademir Apaparício e Cynthia Margareth
Dia 8 de julho, quarta-feira, das 14h às 18h, plataforma de videochamadas Zoom

A abordagem com jogos humaniza a busca de alternativas para novos formatos de criação e gestão, sobretudo nessa época de incertezas e instabilidade. Através dessa vivência, vamos jogar, nesse tabuleiro da vida, tendo como objetivo/ missão desenvolver a criatividade em produção, passando por várias “casas” do tabuleiro como pensamento estratégico, modos de elaboração do projeto, pontos vulneráveis e iremos focar em encarar os “desafios” através de outra perspectiva.  Por esse percurso da Casa de Partida até a Linha de Chegada (do planejar até o realizar) criaremos estratégias e descobriremos, através desses jogos criativos, uma maneira de produzir em meio ao caos.

Duração: 240 minutos | Classificação etária: 18 anos | Investimento: De R$ 50,00 a R$ 100,00.

Evento especial

ESCRITAS NO AR – PARA NÃO DEIXAR UM TEXTO SOLITÁRIO
Curadoria de Erika Cunha
Dia 8 de julho, quarta-feira, às 20h, no perfil do Instagram de @aflorarcultura

Com curadoria de Erika Cunha, durante toda a mostra de solos, escritores, poetas, dramaturgos e afins poderão enviar seus textos para ekacunha@gmail.com. Os artistas da mostra realizarão uma performance com os textos selecionados.

Duração: 60 minutos | Classificação etária: Livre | GRÁTIS.

SOLO, MAS NÃO SÓ
De 2 a 8 de julho
Programação com espetáculos, sarau, curso, debate e evento especial de encerramento. Com Cynthia Margareth (Aflorar Cultura), Erika Cunha (Grupo Matula Teatro) e Ademir Apparício.
Equipe de produção e comunicação: Simone Veloso, Náshara Silveira, Raiza Penteado Informações: @aflorarcultura

(Carta Campinas com informações de divulgação)