Com peças teatrais, performances e exposições realizadas por mulheres, a Mostra Independente “O Grito da Medusa”, acontecerá de 12 a 28 de maio de 2017, às 20h, no Teatro Útero de Vênus, em Barão Geraldo – Campinas/SP.

Produzida pelos grupos Matula Teatro e Boa Companhia, com apoio do Grupo Vira\Lats, a mostra reúne trabalhos cênicos realizados por mulheres com temáticas muitas vezes marginalizadas. Integram a programação da Mostra as atrizes Georgete Fadel, Stella Fischer, Pamela Vilanova, Oriana Del Mar, Ló Guimarães e Bárbara Viçoso.

Segundo a idealizadora Verônica Fabrini, a escolha desses nomes partiu das afinidades entre todas essas mulheres, no jeito de pensar a arte como resistência, como ação contínua, como necessidade de diálogo e de parceria. Revela que tem acalentado esta ideia desde 2015 ao acompanhar os espetáculos e notar possíveis diálogos entre eles. Para ela, a reunião de todos esses trabalhos, carrega muito mais potência.

Ainda sobre o processo de construção da grade de programação conta: “Os trabalhos de Pamela e Oriana eu conheço melhor pois foram resultados cênicos de pesquisas que eu orientei na pós em artes da cena. O Exilius , da Erika Cunha, conheço desde os primeiros rascunhos e acompanhei seu desenvolver também como orientadora, no doutorado. Conheço a Stella e o jeito dela pensar desde o mestrado, com os processos colaborativos, depois nos encontramos num Vértice Brasil e depois assisti um trabalho dela fortíssimo no Encontro Hemisférico, mas o Fluoxetina, conheci como membro da banca de doutorado dela. Aliás ter estado na banca da Stela consequentemente fez com que eu tenha conhecido com mais profundidade a cena feminista. Foi uma faísca para fazer essa pequena mostra. A Georgette já tinha falado com a Erika que gostaria de apresentar aqui e somos suas fãs…”

O Grupo Matula Teatro é um coletivo de artistas que, junto a outras referências teatrais, integra a cena artística de Campinas (SP) e realiza desde 2000 um trabalho de investigação contínua dentro e fora da cena. Com uma linguagem própria, desenvolve atividades fundamentadas no trabalho do ator que incluem diversos aspectos do fazer teatral: da criação e circulação de espetáculos à formação e elaboração de metodologias que possuem como foco os procedimentos que envolvem a experiência cênica.

Atuando desde 1992, a Boa Companhia atua desde 1992 e tem como proposta a pesquisa da linguagem cênica a partir do trabalho do ator. Com uma arrojada mistura de linguagens artísticas, a companhia explora uma zona de fronteira onde se entrelaçam os limites do teatro, da dança, da música, do circo e do audiovisual. Ao longo de sua trajetória, encenou textos que vão de Shakespeare a Qorpo Santo, passando por Nelson Rodrigues e Samuel Beckett, além de adaptações de autores literários como Franz Kafka e Hilda Hilst, sempre buscando provocar uma reflexão sobre as relações humanas e suas consequências no mundo em que vivemos.

O grupo Vira-lats é um grupo de estudos e investigação cênica, coordenado por Verônica Fabrini, vinculado ao programa de Artes da Cena da UNICAMP, tendo como campo de interesse os estudos e práticas descoloniais, o feminismo e os estudos do imaginário.

Os eventos da Mostra “O Grito da Medusa” acontecem sempre às 20h no Teatro Útero de Venus, localizado Rua Edna de Barros Sanches, 79 – Vila Santa Isabel, Barão Geraldo, Campinas/SP. Os ingressos custam R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia entrada- estudantes e pessoas com mais de 60 anos) com compra no local 1 hora antes. Também é possível realizar a compra antecipada para todas as peças até o dia 11 de maio. O valor do pacote é R$ 60,00. Para compra antecipada, informações e reservas ligue 19 3305.8372 ou 19 9 8182.4430. (Carta Campinas com informações de divulgação)

O GRITO DA MEDUSA – Mostra Cênica de Mulheres
Data: De 12 a 28 de maio de 2017
Horário: 20h
Local: Teatro Útero de Vênus – Rua Edna de Barros Sanches, 79 – Vila Santa Isabel, Barão Geraldo, Campinas/SP.
Ingressos: R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia entrada – estudantes e pessoas com mais de 60 anos)
Pacote compra antecipada para todas as apresentações : R$ 60,00 (até 11/05)
Reservas: 19 3305 8372 | 19 9 81824430| grupomatulateatro@gmail.com
Conferir classificação indicativa de cada apresentação.
Mais informações: https://goo.gl/b1LQLJ

Programação
12 de maio – FLUOXETINA, REFLEXÕES SENSÓRIO-CÊNICAS SOBRE O USO E PRESCRIÇÃO INDISCRIMINADOS DE ANTIDEPRESSIVOS. Com Stella Fischer
13 de maio – HELENA VADIA – UMA PERFORMOPALESTRA QUE ABORDA DISCUSSÕES DE GÊNERO E SEXUALIDADE A PARTIR DE UMA NARRATIVA QUE DATA DA PRÉ- HISTÓRIA. Com Pamela Villanova
18 de maio – AFINAÇÃO I. Com Georgete Fadel da Cia São Jorge de Variedades
19 de maio – EXILIUS. Com Erika Cunha (Grupo Matula Teatro)
20 de maio – MUJERES VIOLENTAS. Com Ló Guimarães e Veronica Fabrini (Boa Companhia)
26 de maio – MULHER EM LUTA – MULHER EM GUERRA. Com Oriana Del Mar
27 e 28 de maio – AGDA. Com Alice Possani, Erika Cunha e Veronica Fabrini (Boa Companhia e Grupo Matula Teatro)

Equipe
Idealização: Veronica Fabrini
Realização: Boa Companhia (Moacir Ferraz e Veronica Fabrini) e Grupo Matula Teatro (Alice Possani, Erika Cunha, Quesia Botelho e Thais Tkatchuk)
Equipe de Organização: Grupo Estudos Vira Lats (Alice Possani, Arami Marschner, Erika Cunha, Gyl Giffony, Lis Nasser, Luciana Aires, Luciana Mitkiewicz, Melina Scialom e Veronica Fabrini)
Assessoria de imprensa: Thais Tkatchuk
Material Gráfico: Arami Marschner e Camila Faca
Técnico Responsável: Erico Daminelli
Bilheteria: Bárbara Viçoso e Lis Nasser